8S para a escrita corporativa

escrita

Escrever um documento, relatório, e-mail ou treinamento é uma atividade comum e rotineira no dia a dia de qualquer profissional da Qualidade, mas será que existe uma ciência por trás disso? Como ter uma escrita bacana com a equipe e a liderança?

A newsletter de agosto é um resumo de um artigo da Escola de Negócios de Harvard, em tradução livre "A ciência da escrita corporativa", de Bill Birchard publicada em agosto de 2021.

E se foi detalhada em Harvard, quer dizer que a tarefa tem algumas dicas importantes, não é mesmo?

O autor detalha os 8S (em inglês) para esta tarefa. Ele afirma que a escrita tem o potencial de iluminar o circuito neural dos cérebros dos leitores e a magia acontece quando a escrita tem uma ou mais dessas características:

  1. Simplicity / Simplicidade - A simplicidade aumenta a “fluência de processamento” do cérebro. Frases curtas, palavras familiares e sintaxe limpa garantem que o leitor não precise exercer muito poder cerebral para entender o significado. Para facilitar a compreensão, evite frases com muitas palavras e frases na voz passiva

  2. Specificity / Específica - As palavras mais específicas ativam mais neurônios do que as palavras gerais. Escreva frases abreviadas memoráveis para ajudar o leitor a reter sua mensagem. Por exemplo. Malcolm Gladwell cunhou “o ponto de inflexão”.

  3. Surprise / Surpresa - Nossos cérebros são conectados para fazer previsões sem parar e para adivinhar a próxima palavra em cada linha de texto. Se a sua escrita confirmar o palpite dos leitores, tudo bem, embora possivelmente terá um bocejo. Surpreender pode fazer com que sua mensagem ajude os leitores a aprender e a reter informações.

  4. Stirring Language / Idioma em Movimento - Você pode pensar que é mais provável persuadir com a lógica, mas não. Nosso cérebro processa as conotações emocionais de uma palavra dentro de 200 milissegundos de leitura — muito mais rápido do que entendemos seu significado.

  5. Seductiveness / Sedução - Como humanos, estamos conectados para saborear a antecipação. Comece um relatório com uma pergunta. Coloque o problema do seu cliente como um enigma. Posicione seu trabalho de desenvolvimento de produtos como resolvendo um mistério. Coloque os leitores em um estado de incerteza.

  6. Smart Thinking / Pensamento Inteligente - Fazer com que as pessoas se sintam inteligentes - dando-lhes um momento “aha” - é outra maneira de agradar aos leitores. Ginni Rometty, ex-CEO da IBM, descreveu o futuro: “Não será um mundo de homem contra máquina; será um mundo de homem mais máquina”.

  7. Social Content / Conteúdo Social - Nossos cérebros estão conectados para desejar conexão humana — mesmo durante a leitura. Não queremos apenas ler sobre as pessoas, queremos entender o que elas estão pensando o mais rápido possível

  8. Storytelling / Orientada por histórias - Imagens cerebrais mostraram maior atividade em regiões de recompensa entre pessoas que leram escritas de 12 segundos com imagens agradáveis.

⭐ Esses 8S podem ser a sua arma secreta para escrever e-mails ou procedimentos mais eficientes e treinamentos interessantes.

Você tem alguma dificuldade durante a escrita corporativa? Será que essas dicas te ajudam? Me conte, vou adorar saber!

Um abraço,

Patricia Vasques

Deixe aqui o seu comentário! :)