⇐ Capítulo 8 - Operação                                                                                                                                   

Capítulo 10 - Melhorias ⇒

Avaliação de Desempenho é o Capítulo 9 da Norma ISO 9001 e engloba os seguintes assuntos (e particularmente é o meu requisito predileto 😉 )

9.1 Monitoramento, medição, análise e avaliação

"A organização deve determinar quando o monitoramento e a medição devem ser realizados e deve reter informação documentada apropriada como evidência dos resultados."

49590141_119092452504493_1019619241586268437_n
1-2
49756206_280547925923356_1740829630973525030_n

"A organização deve determinar o que precisa ser monitorado e medido. "

5
4

"A organização deve determinar os métodos para monitoramento, medição, análise e avaliação necessários para assegurar resultados válidos. "

50827517_2247084755563001_4215370312811505137_n
2-1
49588014_914394215436407_2694350975100405476_n
49773524_2265708747018084_3226439066580290813_n
10
50548259_2139732372761167_6677512698185756285_n
kpi-fora-da-meta-300x298

"A organização deve determinar quando os resultados de monitoramento e medição devem ser analisados e avaliados."

img_20181029_231129_0331806069307
3-1
kpi-expert-2
kpi-expert-6
data
de6c3331-3a9e-4e77-b800-f892e52b086e-original

Ótimo TED de 5 minutos sobre a história dos gráficos e a criação de novos formatos para melhorar a interpretação dos dados.

9.1.2 Satisfação do Cliente

⇒ Veja aqui o Princípio da Qualidade Foco no Cliente

50496617_2203998406521585_4115472569320154060_n-300x300

Pronto para saber mais?

Veja aqui a newsletter sobre Satisfação do Cliente!

css

O estilista Karl Lagerfeld morreu em 19/fev/19 e deixou um legado incrível de Qualidade e Satisfação do Cliente. Ele sabia reconhecer todas as expectativas das suas clientes que gostavam de alta costura e exclusividade.

Mesmo quando todos os requisitos formais e obrigatórios do cliente são atendidos, existe um ponto sutil que pode deixar o cliente insatisfeito: a expectativa não declarada.

A expectativa não declarada não é conhecida pelo negócio (ou até mesmo para o próprio cliente) até que o produto ou serviço seja entregue. Estas são implícitas e acredito que são as mais difíceis de serem reconhecidas e visualizadas previamente pelo negócio. Você concorda? 1f609

karl

9.2 Auditoria Interna

"A organização deve conduzir auditorias internas a intervalos planejados para prover informação sobre se o sistema de gestão da qualidade"

 Será que o Otto seria um bom auditor? Não! Auditor precisa ter uma escuta ativa, prestar atenção e fazer as perguntas pertinentes ao processo 😉

auditor_sofiaeotto-300x300

2714 Eu recebi esta pergunta e creio que deve ser a dúvida de muita gente (como já foi a minha lá no começo) . Se você precisa implementar a norma e está muito perdid@, mesmo depois de um curso, uma dica é abrir um word e copiar os títulos e subtítulos da ISO 9001: 2015. Para cada capítulo, analise o que a norma pede, os "deves" e a informação documentada solicitada.

2714 Leia e releia quantas vezes for necessário, tá?

Comece pelo capítulo 4 e siga a ordem da própria norma. Se você começar pelo capítulo 9, depois o 7 e acabar com o 5, não vai te ajudar (ao contrário, vai piorar a situação) 1f623

auditoria-300x298

27a1 Não tem problema, você não será demitido por isso! Significa que algo no Sistema de Gestão da Qualidade da empresa está deficiente ou ineficaz. Com o relatório de auditoria em mãos, a empresa fará o tratamento necessário para que essas falhas sejam sanadas.

27a1 O que pode acontecer com você: treinamentos, muitos treinamentos!

auditoria-interna-300x300

DEZ LEIS DA AUDITORIA 😂😂

  • LEI N° 1: Lei da Evidência Enigmática. A evidência pedida pelo auditor é sempre a única que você não tem.
  • LEI N° 2: Lei do Autoflagelo Inevitável. Qualquer amostra que o auditor deixe você escolher, estará não-conforme.
  • LEI N° 3: Lei da Reencarnação de NCs. Para cada não conformidade que você resolve, duas outras surgem em seu lugar.
  • LEI N° 4: Lei da Presença Quântica. A presença do auditor é suficiente para derrubar ou desacelerar sistemas e redes de qualquer empresa.
  • LEI N° 5: Lei da Melhoria Contínua Não-Contínua. Não importa o quanto você tenha investido em melhorias. Na frente do auditor, elas desaparecem.
  • LEI N° 6: Lei da Inversão Temporal. O tempo é sempre finito para demonstrar conformidades e infinito quando o auditor começa a encontrar não-conformidades.
  • LEI N°7: Lei do Risco-Surpresa. Os riscos que você não previu são exatamente aqueles que se materializam na véspera da auditoria.
  • Lei N° 08: Lei da Comunicação Alienígena. Não importa o quanto você tente explicar, o auditor não vai entender.
  • Lei N° 09: Lei da Exclusão da Exclusão. O requisito que você considerou não aplicável sempre será aplicável. E vice-versa.
  • Lei N° 10: Lei do Requisito Oculto. Não adianta que você tenha coberto todos os requisitos da Norma. O auditor sempre traz o dele.
20181101_223935707832766
Livro comprado em uma loja de livros usados por R$1!

9.3 Análise crítica pela direção

⭐Análise Critica da Alta Direção é aquela reunião bacana com um script certinho para discutir o Sistema de Gestão da Qualidade e que acontece de tempos em tempos. Lembrem de passar a lista de presença e fazer aquela ata de reunião bem caprichada!

📍Alta Direção = pessoa ou grupo de pessoas que dirige e contra uma organização no nível mais alto.

analise-critica-da-alta-direção-300x300

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *