Modelo DELTA e os cinco estágios de maturidade analítica organizacional

delta

Durante a elaboração do conteúdo programático do último evento que conduzi sobre Indicadores de Desempenho, encontrei um artigo da Escola de Negócios de Harvard chamado "3 exemplos de análise de negócios em ação" e gostaria de dividir com vocês.

A partir do artigo, tive acesso ao modelo DELTA e aos 5 estágios de maturidade analítica organizacional, que não conhecia e achei muito interessante! Estas 2 metodologias em conjunto dão suporte para etapas de diagnóstico (AS-IS) , melhoria contínua (TO-BE) e para tornar a organização orientada para "tomada de decisão baseada em evidência".

(A newsletter deste mês é uma tradução livre do artigo "DELTA Plus Model & Five Stages of Analytics Maturity: A Primer", escrito por Tom Davenport)

Modelo DELTA

O modelo DELTA é um acrônimo e apresenta 5 elementos que devem estar alinhados para que as organizações tenham sucesso durante a análise de dados - para evitar resultados fracos ou limitados. 

  1. Dados: Os dados devem ser limpos, acessíveis, organizados, exclusivos, de alta qualidade e integrados

  2. Entreprise-focus: Análises de dados com uma perspectiva única, centralizada e consistente para que não haja esforços e ferramentas duplicadas, erros na análise, uso ineficaz de recursos, conflito entre diferentes grupos e maior complexidade de análises entre projetos

  3. Líderes: Todos os níveis de liderança abraçam as análises de dados e conduzem a cultura da empresa para tomada de decisão baseada em dados. Além do CEO ou outro alto executivo, toda a liderança deve oferecer suporte a análises de dados

  4. Targets: Esforços de análise de dados devem estar alinhados com alvos estratégicos específicos e aos objetivos corporativos

  5. Analistas: Talentos para executar a estratégia em um ambiente de negócios complexo e dinâmico. Esses profissionais devem ter habilidades técnicas, interpessoais, conhecimento de negócios e capacidade de treinar outros

Cinco estágios de maturidade analítica organizacional

O modelo de maturidade ajuda empresas a medir seu crescimento, pontos fortes e fraquezas nos 5 elementos citados acima.

  • Estágio 1: Analiticamente prejudicado. Essas empresas confiam principalmente na intuição para tomar decisões, não têm um plano formal para se tornar mais analítica, não estão fazendo perguntas de análise e/ou não têm dados para respondê-los. Seus líderes podem não estar cientes de análises e o que pode ser feito com estes dados.

  • Estágio 2: Análise localizada. Os relatórios existem dentro de grupos. Não há meios ou estrutura para colaboração no uso de análises de dados. Isso frequentemente leva a "várias versões da verdade" em uma organização.

  • Estágio 3: Aspirações analíticas.  Essas empresas sabem o valor da análise de dados e pretende melhorar seus recursos para gerá-los e usá-los. Até agora, no entanto, fizeram pouco progresso nesse sentido.

  • Estágio 4: Empresas analíticas. Empresas altamente orientadas a dados têm ferramentas analíticas e fazem amplo uso de análises com coordenação em toda a organização. No entanto, permanece uma falta de compromisso para um uso estratégico.

  • Estágio 5: Concorrentes analíticos. Essas empresas usam análises de forma estratégica e abrangente em toda a empresa e usam a análise como uma arma competitiva.

O autor recomenda utilizar as 2 ferramentas em conjunto, isto é, cada letra do modelo DELTA pode estar em diferente etapa de maturidade.

Exemplo:

  • Os analistas podem ter muitas habilidades, mas os dados não estão integrados

  • As metas estão alinhadas aos objetivos corporativos, mas a análise de dados não é global

  • A liderança está alinhada, mas os dados estão dispersos

Cada organização possui a sua característica e é importante identificar os pontos fracos, para que possam ser minimizados em prol da melhoria contínua.

✅ Qual o estágio de maturidade analítica que a empresa que você trabalha está?
✅ Quais elementos do modelo DELTA são os mais fracos? Como podem ser melhorados? 

Neste momento, o profissional da Qualidade pode utilizar esta metodologia e se destacar no ambiente de trabalho com análises certeiras baseada em técnicas consagradas.
 
Os links originais desta newsletter estão em: https://patriciavasques.com/tomadadedecisaobaseadaemevidencia/ 

Abraços, Patricia

(newsletter de fevereiro de 2021)

Deixe aqui o seu comentário! :)